AETN
ImprimirImprimir PDFPDF

Ciclistas percorrem a Av. Tancredo Neves e pedem espaço no trânsito

Tribuna da Bahia

Conhecida pela sua alta relevância econômica, a Avenida Tancredo Neves também possui um dos fluxos de automóveis mais intensos de Salvador. Porém, na manhã de ontem, 23, foi a vez das bicicletas tomaram as faixas de rolamento e reivindicarem um trânsito mais humanitário, através do seu 1º Passeio Ciclístico. E se depender da força de vontade de quem está no pedal, esse meio de transporte pode, pouco a pouco, ser incorporado ao tráfego caótico tão dominado pelos veículos motorizados.

Organizado pela Associação Empresarial Tancredo Neves, com o apoio do Movimento Vá de Bike, da Prefeitura de Salvador, o passeio teve como principal objetivo conscientizar a população sobre a importância da mobilidade urbana para o desenvolvimento da cidade, e de como a bicicleta pode mudar a cara do trânsito da cidade grande, tomada por congestionamentos e acidentes.

“Durante todos os dias úteis, o que vemos nessa avenida é uma grande concentração de carros e motos. Queremos propor agora a maior participação de outro transporte que possa ser saudável e ecologicamente correto, por meio de um entretenimento saudável”, explica Carlos Macedo, diretor da associação.

O passeio teve início às 9h, saindo no trecho da Tancredo Neves próximo ao Restaurante Barbacoa, passando pelas avenidas Magalhães Neto, Manoel Dias da Silva, indo em direção ao Largo de Amaralina e retornando ao ponto de partida logo em seguida, totalizando 17,4 km de percurso. E mesmo com um tímido início, muitos ciclistas foram juntando-se ao grupo durante a pedalada, e nem a instabilidade do tempo foi suficiente para impedir que aproximadamente 500 bicicletas tomassem as vias da Pituba e de Amaralina.

No meio de centenas de pessoas que aderiram à causa do passeio, estiveram habitantes da capital cuja faixa etária variava dos 10 aos 70 anos, e também dos mais diversos segmentos de ocupação profissional. Entre eles, estava o administrador de empresas Rogério Queiróz, que quis estender ao domingo as pedaladas noturnas, muito comuns para ele nos dias úteis. E sua relação com o utensílio em duas rodas é antiga.

“A bicicleta foi meu primeiro grande presente de vida, e o melhor que tive, quando era criança. Desde então, ela foi minha companheira, e até hoje, apesar de muita ocupação no trabalho, sempre acho um tempo para pedalar. Este é um transporte de importância inigualável, principalmente numa cidade como Salvador, onde o trânsito ficou cada vez mais problemático e poluído ao longo dos anos”, declara ele, acrescentando pedalar de 30 a 40 km por dia, para se manter fisicamente ativo.

Enquanto isso, a dona de casa Ruth Rocha veio em companhia da família para aderir à causa da mobilidade aproveitando também para se exercitar, e começar o domingo com o pé direito. “É uma forma de se manter saudável, é um ‘anti-stress’, além de ser ecologicamente correta. Ou seja, todas as características de um transporte ideal para os dias de hoje e, confesso, ainda sonho em ver a cidade inteira utilizando a bicicleta como a principal forma para se deslocar de um local para outro. Quem sabe um dia, não é verdade?”, idealizou.

E como a adesão de pessoas como a dona Ruth e Rogério demonstraram o desejo dos habitantes por uma cidade mais sustentável através da mobilidade urbana, a Associação Empresarial Tancredo Neves já estuda o 2º Passeio Ciclístico na avenida em 2015, com data a definir. “Percebendo que esta primeira ação foi um sucesso, já estamos nos programando para o novo passeio do ano que vem, continuando a proporcionar um lazer saudável e estimulando cada vez mais o uso da bicicleta para humanizar o trânsito da nossa cidade, tornando-o mais pacífico”, declarou Carlos Macedo.

 

por:Matheus Fortes

Publicada em 24/11/2014 06:28:44
http://www.tribunadabahia.com.br/2014/11/24/ciclistas-percorrem-av-tancredo-neves-pedem-espaco-no-transito

 

 






Atualiza Cursos
SEDE: Rua Frederico Simões, 153, Edifício Empresarial Orlando Gomes, sala 403 Caminho das Árvores,
Salvador – BA | CEP: 41.820 - 774 | Fone: ( 71 )9.8688-0683 | contato@aetn.org.br
© 2021, AETN - Associação Empresarial Tancredo Neves . Todos os direitos reservados.
ZWA